Explore Prêmio Pritzker, 05 08 and more!

Explore related topics

O trabalho do arquiteto japonês Shigeru Ban (05/08/1957) inspira otimismo. Reconhecido internacionalmente por seu uso experimental e criativo de materiais não convencionais, o profissional recebeu em 2014 o Prêmio Pritzker de Arquitetura, sendo o sétimo arquiteto japonês consagrado. Inovador, Ban também se destaca com seus projetos de alta qualidade e de baixo custo.

A arquiteta japonesa Kazuyo Sejima, nascida em 29 de outubro de 1956, trabalhou ao lado do também arquiteto japonês Toyo Ito. Formada na Universidade de Mulheres do Japão, a profissional fundou, em 1987, a Kazuyo Sejima and Associates. Sejima foi nomeada Diretora do Setor de Arquitetura da Bienal de Veneza realizada em 2010 e, neste mesmo ano, foi premiada com o Prêmio Pritzker de Arquitetura em conjunto com o arquiteto japonês Ryue Nishizawa.

O arquiteto alemão Günter Behnisch (12 de junho de 1922 —12 de julho de 2010) é um dos maiores representantes da arquitetura desconstrutivista. Formado na Universidade Técnica de Stuttgar, Behnisch tem como um de seus trabalhos mais notáveis o novo parlamento da capital da Alemanha Ocidental, localizado na cidade de Bonn.

O arquiteto americano Richard Meier (12/10/1934) é conhecido por sua filosofia de projeto, arquitetura abstrata e uso do branco em suas obras. Com influências na arquitetura barroca, Meier recebeu, em 1984, o Prêmio Pritzker, prêmio internacional mais conceituado de arquitetura. Atualmente, seus projetos compreendem edifícios cívicos de grande escala, entre os quais o Getty Center, o Museu de Arte Contemporânea de Barcelona, Espanha.

Reconhecido por seus desenhos não convencionais e experimentais, o artista e arquiteto americano Lebbeus Woods (31/05/1940 – 30/10/2012) trabalhou pela primeira vez ao lado do famoso arquiteto finlandês Eero Saarinen. O profissional contribuiu para a fundação do Research Institute for Experimental Architecture (RIEA). Já em 1994, Woods foi agraciado com o prêmio Chrysler Design Awards, que comemora realizações de trabalhos inovadores de arquitetura e design.

Principal arquiteto norueguês de sua geração, Sverre Fehn (14/08/1924 – 23/02/2009) foi um líder na arquitetura escandinava após o período da Segunda Guerra Mundial. Reconhecido por usar a paisagem nórdica e as suas condições de luz particulares em seus projetos, o profissional foi premiado com o Prêmio Pritzker de Arquitetura e com a honraria Heinrich Tessenow Gold Medal em 1997.

O japonês Toyo Ito é conhecido por seus traços de arquitetura conceitual, aliando aspectos concretos e abstratos em seus projetos. Em 2013 foi agraciado com o prêmio máximo da arquitetura, o Pritzker, demonstrando a importância e consolidação absoluta de seu trabalho. Com o uso de linhas contemporâneas, é considerado um dos profissionais mais inovadores da área.

Paulo Mendes da Rocha (25/10/1928) pertence à geração de arquitetos brasileiros modernistas, liderada por João Batista Vilanova Artigas. Nas últimas décadas, Mendes da Rocha se destacou na arquitetura contemporânea, recebendo em 2006 o Prêmio Pritzker de Arquitetura. Os projetos do arquiteto são apontados como exemplos do pensamento estético que remetem à Escola Paulista, referência de arquitetura marcada pela ênfase na técnica construtivista e valorização da estrutura.

O arquiteto norte-americano Philip Johnson (7/08/ 1906 – 25/01/2005) é considerado um dos pais da arquitetura moderna. Em 1978, Johnson foi homenageado pelo Instituto Americano de Arquitetos (AIA) com a Gold Medal e no ano seguinte recebeu a primeira edição do Prêmio Pritzker de Arquitetura.

Conhecido como “arquiteto dos arquitetos”, Frei Otto (31/05/1925 - 9/03/ 2015) foi um arquiteto e engenheiro alemão conhecido por suas inovações em estruturas leves e tensionadas. Em 2006, Otto foi consagrado com a RIBA Royal Gold Medal, já em 2015, recebeu postumamente o Prêmio Pritzker de Arquitetura, por ser um revolucionário na arte de criar estruturas leves.

Pinterest • The world’s catalogue of ideas
Search